Skip to main content

Tema: Importância da preservação do meio ambiente

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema ”A importância da preservação do meio ambiente para as futuras gerações no Brasil”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO 1

Tragédia em Brumadinho: governo de MG e Vale sabiam dos riscos e cruzaram os braços. Por Charles Nisz

No dia 5 de novembro de 2015, o rompimento da barragem do Fundão, localizada a 35 quilômetros do centro de Mariana (MG), deixou 19 mortos e 362 famílias desabrigadas. O evento, tido como o maior desastre ambiental do país, despejou toneladas de rejeitos de mineração no Rio Doce e no Oceano Atlântico.

Pouco mais de três anos depois, mais uma barragem rompida em instalação operada pela mineradora Vale do Rio Doce em Minas, cuja controladora principal é a mineradora anglo-australiana BHP Hilton. Dessa vez, o acidente aconteceu na Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho. O próprio presidente da Vale, Fabio Schvartsman, admite que “o dano será maior que em Mariana”.

De acordo com informações da própria Vale, cerca de 300 pessoas estavam nas instalações administrativas da empresa no momento do rompimento da barragem. Por volta de 100 pessoas já foram resgatadas com vida e os outros 200 continuam desaparecidos.

O Complexo de Paraopeba, onde estava localizada a barragem, conta com quatro minas e uma jazida e duas usinas de beneficiamento. O complexo produziu cerca de 7% do volume total beneficiado pela Vale em 2017 – 26 milhões de toneladas de minério, segundo informações do site da empresa.

A lama pode invadir o reservatório do rio Manso, que abastece a capital Belo Horizonte, e também pode atingir o rio Paraopebas e desaguar no São Francisco, que atravessa Minas, Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco.

“Desde o rompimento de Mariana, nada foi feito para evitar que esse tipo de desastre aconteça”, afirmou o procurador Carlos Eduardo Ferreira Pinto, procurador encarregado do caso. “Era lógico que isso iria acontecer”, diz Pinto, por conta da falta de ações para prevenir acontecimentos como os de Mariana e Brumadinho.

Segundo o promotor, “uma barragem rompe porque entra água na sua estrutura. Simples assim. Isto só é possível por descuido da empresa e falta de fiscalização das autoridades e de consultorias independentes”. Por conta das investigações sobre o caso, o procurador foi afastado da força-tarefa e transferido para um posto no interior do estado.

Relatórios encontrados no site do governo do Estado mostram atas de reuniões do Conselho de Política Ambiental de Minas Gerais (Copam). Há pouco mais de um mês, em 5 de dezembro de 2018, uma “equipe multidisciplinar” da Superintendência de Projetos Prioritários da Secretaria de Meio Ambiente de MG recomendou a “aprovação da expansão da mina da Vale em Brumadinho por um período de 10 anos”.

Fonte: https://www.diariodocentrodomundo.com.br/tragedia-em-brumadinho-governo-de-mg-e-vale-sabiam-dos-riscos-e-cruzaram-os-bracos-por-charles-nisz/

TEXTO 2

Preservação do meio ambiente

O nosso planeta precisa ser preservado, pois aos poucos ocorrem alterações climáticas devido às queimadas, a poluição do ar, da água, do solo, a caça e a pesca predatória, que agridem o ambiente e podem alterar todo o ecossistema prejudicando principalmente o ser humano.

Agente de destruição

O ser humano é o principal agente causador de destruição do meio ambiente. Elimina as matas por meio de queimadas e derrubadas de árvores sem controle e replantio de novas árvores, polui o ar que respira, a água que consome, o solo em que retira seu alimento, caça e pesca por “hobby” sem respeitar a preservação dos animais que estão cada vez mais em extinção.

O que é preciso para a preservação do meio ambiente?

Para a preservação do meio ambiente, muitas mudanças seriam necessárias como a delimitação de reservas ecológicas, o uso racional de recursos naturais, leis de controle de emissão de poluentes e a conscientização do ser humano que insiste na destruição da natureza (fauna e flora) pela ganância do poder e do dinheiro. O ser humano precisa entender que destruindo a natureza está destruindo a si mesmo.

O ser humano precisa dos recursos naturais para a sua sobrevivência, pois retira desses recursos sua alimentação, matéria-prima para a fabricação de roupas e de remédios, madeira para a fabricação de moradia e de móveis e a fabricação de utensílios e muitos outros produtos usados pelo homem na saúde, na educação, na indústria e no comércio. Citaremos alguns exemplos como:

  • Retiramos do petróleo o combustível utilizado nos automóveis e no gás de cozinha;
  • Retiramos dos minérios, o ferro e alumínio;
  • A água (vital para a vida) é usada para sobrevivência de todos os seres vivos, além de gerar energia elétrica nas usinas hidrelétricas.

Todos os recursos naturais devem ser aproveitados e reaproveitados para que não faltem.

Regras de preservação

Quando utilizamos esses recursos é preciso obedecer às regras de preservação do ambiente como:

  • Impedir os estragos causados à natureza;
  • Reciclar o lixo;
  • Preservar e respeitar as áreas de reservas e parques florestais;
  • Replantar as árvores que forem retiradas no solo;
  • A lei que proíbe caça e a pesca na época de reprodução deve ser respeitada e fiscalizada;
  • Diminuir a poluição do ambiente evitando o uso de muitos poluentes;
  • Proteger e respeitar as plantas silvestres e os animais.

Fonte: https://www.colegioweb.com.br/geografia/preservacao-meio-ambiente.html

TEXTO 3

Fonte: https://blogger-sabendomais.blogspot.com/2011/08/maus-habitos-que-poluem.html

maushabitosquepoluem - Tema: Importância da preservação do meio ambiente

Willian Afonso

Professor de idiomas, filosofia e redação.

12 thoughts to “Tema: Importância da preservação do meio ambiente”

  1. Em um mundo polarizado entre países desenvolvidos e subdesenvolvidos, nos submetemos à lógica colonial. É no pêndulo sem relevância que os humilhados e passivos países emergentes se entregam a uma relação exploratória. É entregando todo seu potencial natural que o Brasil joga literalmente na lama a importância da preservação do meio ambiente.

    As recentes tragédias anunciadas causadas pela mineração em Brumadinho e Mariana comprovam o pueril interesse mercantil das grandes, poderosas e influentes multinacionais capitalistas. Essas veem em países extremamentes ricos em recursos naturais como o Brasil a oportunidade de perpetuar seu império predatório carnificitário, que espalham milhares de vítimas com o extermínio do Planeta Terra.

    Conquanto, em um sistema econômico tão sedimentado, se cria uma “falsa consciência”, relatada por Karl Marx. Alienados, apenas sentimos passivamente os efeitos de tanta exploração, não só em tristes noticiários, mas também em nossa qualidade de vida – segundo dados da OMS a saúde humana corre sérios riscos com a poluição industrial e a ausência de áreas verdes. Portanto, assinamos o Contrato Social do desmatamento, e como pensava o filósofo Rosseau, submetemos aos interesses alheios.

    Diante disso, em uma sociedade tão arreigada, de acordo com Nietzsche, somente um sujeito autônomo é capaz de amenizar tantos impactos. É dever do Governo Federal e do Ministério Público investir em uma educação de qualidade e igualitária, e através de uma eficiente proposta política curricular, privilegiar um ensino crítico da sociedade contemporânea. Espera-se, com isso, formar cidadãos conscientes da realidade ambiental e, criar assim, militantes da causa ecológica – já que como dizia o sociólogo francês Émile Durkheim, mais do que formador da sociedade, o homem é fruto dela.

    1. Boa tarde, Felipe! Sua nota seria aproximadamente 800. Seu texto possui alguns erros da competência 1: uso indevido de ênclise, subjetivismo, erro de registro. Na competência 4, falta coesão no 1 parágrafo. Falta também projeto de texto claro.

  2. Historicamente, o processo de industrialização tem contribuído com a degradação ambiental e a diminuição da qualidade de vida da população brasileira. Ao longo das gerações o homem provocou transformações no planeta de forma desrespeitosa e pouco inteligente na qual resultou em uma contaminação de recursos hídricos, poluição do ar e aumento da produção de resíduos sólidos. Além disso, o consumismo desenfreado e a completa falta de atenção às causas ambientais por parte de grandes indústrias acabam esgontando os bens naturais desencadeando o equibrio ambiental que torna a vida humana possível no planeta. Primeiramente, a intensificação da urbanização pela qual o país vem passando, também trouxe consequências ambientais profundas, onde o processo vem ocorrendo mais rapidamente, muitas vezes de forma não planejada, além de sub-financiada. No Brasil, a urbanização descontrolada ultrapassou de forma financeira e administrativa das cidades carentes em fornecer infra-estrutura e serviços essenciais como água , saneamento, coleta e a falta de controle do meio ambiente para toda a população, o que contribui gradativamente ao retardamento de preservação ambiental. Outrossim, para a suprir a necessidade de matéria prima para as indústrias e cidades há uma intensificação do desmatamento, como por exemplo, o constante desflorestamento em áreas ilegais na Amazônia. De acordo com João Gomes Filho, escritor brasileiro, a sociedade ainda não se desfez por completo da visão antropocentrista que autoriza a humanidade a utilizar a natureza como se ela existisse exclusivamente para satisfazer as suas necessidades. Neste sentido, é fundamental haver mudanças no modo de agir e pensar das pessoas, possuindo a educação como papel essencial na construção de uma postura mais ética, responsável e solidária dos cidadão para com o meio ambiente. Logo, o fato de o homem ainda não ter a consciência de que ele é parte da natureza distancia-o cada vez mais de uma solução para a crise ambiental. Portanto, o Ministério da Educação juntamente a ONGs podem promover palestras nas escolas com o fito de demostrar aos jovens a importância de como o reaproveitamento é possível e a solução nem sempre e comprar coisas novas. Não só, é imprescindível que O Ministério do Meio Ambiente (MMA), imponha punições mais severas àqueles que as descumprirem. Por fim, é primordial que haja a conscientização da sociedade para que desenvolvam ações sustentáveis pelas empresas, como o uso de materiais biodegradáveis e a utilização de fontes renováveis. Dessa forma, é possível um consumo consciente, uma melhor qualidade de vida e um ambiente natural, equilibrado e propício a ofertar o bem-estar das presentes e futuras gerações.

    1. Regina, boa tarde!

      920
      Você só precisa tomar cuidado com o uso da vírgula e o excesso de gerúndios. Isso seria suficiente para conseguir 960. Para chegar nos 1000, você ainda deve sair do esquema pronto, que deixa um pouco artificial. Mas para mim está excelente! Continue assim!

  3. O desejo pelo conhecimento citado por Aristóteles, proporcionou a humanidade diversos avanços, no entanto tais evoluções ainda não permitiram a consolidação destes com a preservação ambiental, desta maneira em consequência do Capitalismo os recursos naturais encontram-se cada vez mais escassos, pondo em risco por sua vez o futuro das próximas gerações, que necessitam destes para a continuidade da vida .
    Desde o surgimento do gênero Homo os recursos necessários para a vida vem sendo usados , no entanto com a ascersão de um sistema denominado Capitalismo, estes assim como outros passaram a serem utilizados com o propósito de gerar lucro, desde então deu-se início a uma série de problemas, sendo estes os mais relevantes da atualidade , visto que cenas típicas de cinema podem realmente se converterem realidade, e assim como no filme de animação Americano Wall-E, a terra devido ao desenfreado consumismo pode vim a se tormar um lixão impróprio para a vida humana.
    Muitas impressas são as responsáveis por estas consequências , as quais o Globo ja sente , como a recente tragédia de Brumadinho em MG , o Aquecimento Global , a poluição o desmatamento e a degradação da biodiversidade , no entanto e fato que toda a sociedade contribui de maneira significativa na degradação do planeta, o que por sua vez , e resutado de uma educação inadequada.
    Assim por sua fez o Planeta encontra-se indefeso, visto que os fizeram nele revoluções, são os mesmos que o degradam. Portanto como afirmava Pitágoras “Eduquem as crianças e não será necessário castigar os homens.” Assim a solução mais eficazes se da por meio da educação, para isso é necessário estabelecer nas escolas palestras , atividade educativas que ensinem a estas que a preservação do meio ambiente é necessária importante e insubstituível para a continuidade da vida, além desta medida e necessário outras que tenha resultados instantâneos como campanhas nas mídias que cosientize a população sobre a poluição , e que a incentive a evita-la, e essencial também que o governo tome providências e estabeleça uma rígida fiscalização em impresas que assim como a mineradora Vale apresentam riscos ao meio ambiente, para que assim seja possível punir inadequações, e evitar que outras tragédias venham a acontecer, assim por meio destes e possível proporcionar as futuras gerações uma vida com qualidade em um planeta habitável.

  4. A Revolução Industrial e a ascensão do Capitalismo proporcionaram a sociedade e diversos avanços, no entanto a frase dita por Martim Luther King fez-se novamente concreta, e o progresso mostrou-se precário desencadeando um novo problema, a degradação ambiental, que põe em risco um direito previsto no artigo 225 da Constituição Federal, o qual garante acesso a um meio ambiente adequado a vida. Portanto é evidente a necessidade de mudanças que promovam a preservação ambiental, garantindo assim a manutenção deste direito.
    A sociedade contemporânea é caracterizada por muitos sociólogos pelo seu consumo, este tem relação direta com a degradação do meio ambiente pois produz diversos resíduos que se acumulam, colaborando com o aumento da poluição e o avanço do aquecimento global. Autoridades de todo o mundo já se reuniram em diversas conferências para promover medidas que visem a preservação ambiental, no entanto tal conquista mostra-se distante, segundo dados da OMG (Organização Mundial De Saude), 92% da população mundial vive em lugares onde há qualidade do ar esta fora dos padrões, o que por sua vez colabora também com a redução da expectativa de vida de muitas sociedades.
    O tema apesar de recente preucupa, o atual modelo econômico definido pelo sociologo Karl Marx, como um sistema dominado pelas elites também colabora com a degradação ambiental , favorecendo os interesses destas estabelecendo na sociedade uma visão egoísta, na qual o lucro é prioridade, deixando de lado questões de extrema importância , pondo em risco o bem estar da população um exemplo disso, é a constate expansão das indústrias e a falta de manutenção e fiscalização de empresas, o que pode ressultar em desastres ambientais, como ocorrido em 2015 em Mariana e recentemente em Brumadinho.
    Para que seja possivel negar o destino de humanidade retratado na ficção, como no filme “Um Dia Depois De Amanhã” no qual os personagens lidam com extremos, é necessário que o Ministério Do Meio Ambiente em parceria com o Ministério Da Educação promova nas mídias campanhas que visem a conscientização de todos sobre a importância da preservação do meio ambiente, é indispensável também que sejam disponibilizadas em escolas palestras, para que assim seja possível formar futuros cidadãos conscientes, cabe ao governo promover a fiscalização de obras que põe em risco a integridade ambiental, visando assim evitar que novo desastres venham a ocorrer, já a população resta o dever de se reeducar adotando novos hábitos. Com medidas como estas é possível solucionar este problema, garantindo as futuras gerações o direito previsto no Artigo 225 da constituição, desfrutando assim do progresso.

  5. A Revolução Industrial e a ascensão do Capitalismo proporcionaram a sociedade e diversos avanços, no entanto a frase dita por Martim Luther King fez-se novamente concreta, e o progresso mostrou-se precário desencadeando um novo problema, a degradação ambiental, que põe em risco um direito previsto no artigo 225 da Constituição Federal, o qual garante acesso a um meio ambiente adequado a vida. Portanto é evidente a necessidade de mudanças que promovam a preservação ambiental, garantindo assim a manutenção deste direito.
    A sociedade conteporânea é caracterizada por muitos sociólogos pelo seu consumo, este tem relação direta com a degradação do meio ambiente pois produz diversos resíduos que se acumulam, colaborando com o aumento da poluição e o avanço do aquecimento global. Autoridades de todo o mundo já se reuniram em diversas conferências para promover medidas que visem a preservação ambiental, no entanto tal conquista mostra-se distante, segundo dados da OMG (Organização Mundial De Saude), 92% da população mundial vive em lugares onde há qualidade do ar esta fora dos padrões, o que por sua vez colabora também com uma diminuição da expectativa de vida de muitas sociedades.
    O tema apesar de recente preucupa, o atual modelo economico definido pelo sociologo Karl Marx, como um sistema dominado pelas elites também colabora com a degradação ambiental , favorecendo os interesses destas estabelecendo na sociedade uma visão egoísta, na qual o lucro é prioridade, deixando de lado questões de extrema importância , pondo em risco o bem estar da população um exemplo disso, e a constate expansão das indústrias e a falta de manutenção e fiscalização de empresas, o que pode ressultar em desastres ambientais, como ocorrido em 2015 em Mariana e recentemente em Brumadinho.
    Para que seja possivel negar o destino de humanidade retratado na ficção ,como no filme “Um Dia Depois De Amanhã” no qual os personagens lidam com extremos, é necessário que o Ministério Do Meio Ambiente em parceria com o Ministério Da Educação promova nas mídias campanhas que visem a conscientização de todos sobre a importância da preservação do meio ambiente, é indispensável também que sejam disponibilizadas em escolas palestras, para que assim seja possível formar futuros cidadãos conscientes, cabe ao governo promover a fiscalização de obras que põe em risco a integridade ambiental, visando assim evitar que novos desastres venham a ocorrer, já a população resta o dever de se reeducar adotando novos hábitos. Com medidas como estas é possível solucionar este problema, garantindo as futuras gerações o direito previsto no Artigo 225 da constituição, desfrutando assim do progresso.

    1. Rayane, sua Redação estaria em torno de 760. Você já está conseguindo colocar os elementos necessários no texto. Cuidado com a crase, os acentos, a coesão (a citação de M. L. King não ficou muito clara) e o excesso de referências no texto. É melhor aprofundar em uma citação que colocar várias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *