Tema: Caminhos para reverter o analfabetismo funcional no Brasil

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema ”Caminhos para reverter o analfabetismo funcional no Brasil”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Texto 1: Você sabe o que é analfabetismo funcional?

São chamados de analfabetos funcionais os indivíduos que, embora saibam reconhecer letras e números, são incapazes de compreender textos simples, bem como realizar operações matemáticas mais elaboradas. No Brasil, conforme pesquisa feita pelo Instituto Pró-Livro, 50% dos entrevistados declararam não ler livros por não conseguirem compreender seu conteúdo, embora sejam tecnicamente alfabetizados. Outra pesquisa, realizada pelo Instituto Paulo Montenegro e pela Ação Educativa, revelou dados da oitava edição do Indicador de Analfabetismo Funcional, o Inaf, cujos resultados são alarmantes.

De acordo com o Inaf, a alfabetização pode ser classificada em quatro níveis: analfabetos, alfabetizados em nível rudimentar (ambos considerados analfabetos funcionais), alfabetizados em nível básico e alfabetizados em nível pleno (esses dois últimos considerados indivíduos alfabetizados funcionalmente). Conforme a pesquisa, que aplica um teste avaliando as habilidades de leitura, escrita e Matemática, o domínio pleno da leitura vem sofrendo queda entre todos os entrevistados, tendo eles concluído o Ensino Fundamental ou o Ensino Superior. Os dados mostram que o problema do analfabetismo funcional deve ser levado a sério, pois a dificuldade de compreensão dos gêneros textuais, mesmos os mais simples e mais acessados no cotidiano, prejudica o desenvolvimento intelectual, pessoal e profissional do indivíduo.

https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/analfabetismo-funcional.htm

Texto 2: Constituição Federal

Art. 205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.

Art. 206. O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios:

I – igualdade de condições para o acesso e permanência na escola;

II – liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber;

III – pluralismo de idéias e de concepções pedagógicas, e coexistência de instituições públicas e privadas de ensino;

IV – gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais;

Fonte: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm

 

Texto 3: Como o analfabetismo funcional influencia a relação com as redes sociais no Brasil

Três entre cada dez brasileiros têm limitação para ler, interpretar textos, identificar ironia e fazer operações matemáticas em situações da vida cotidiana – e, por isso, são considerados analfabetos funcionais.

Eles hoje representam praticamente 30% da população entre 15 e 64 anos, mas o grupo já foi bem maior: em 2001, chegou a 39%, de acordo o Indicador de Analfabetismo Funcional (Inaf).

O instituto classifica os níveis de alfabetismo em cinco faixas: analfabeto (8%) e rudimentar (22%) (que formam o grupo dos analfabetos funcionais); e elementar (34%), intermediário (25%) e proficiente (12%) (que ficam na classificação de alfabetizados).

Para a pesquisa foram entrevistadas 2.002 pessoas entre 15 e 64 anos de idade, residentes em zonas urbanas e rurais de todas as regiões do país.

O grupo de analfabetos funcionais reúne os analfabetos absolutos, que assinam o nome com dificuldade, mas conseguem eventualmente ver preços de produtos, conferir troco, ligar para um número de telefone e identificar um ônibus pelo nome; e os rudimentares, que só leem o suficiente para localizar informações explícitas em um texto curto, sabem somar dezenas, mas não conseguem identificar qual operação matemática é necessária para resolver um problema, por exemplo.

De acordo com a pesquisa, entretanto, mesmo com suas dificuldades, os analfabetos funcionais são usuários frequentes das redes sociais. Entre eles, 86% usam WhatsApp, 72% são adeptos do Facebook e 31% têm conta no Instagram.

Assim, quando se comparar o índice de uso entre os dois grupos – alfabetizados e não-alfabetizados – a diferença não é tão grande. Entre os considerados proficientes, por exemplo, 89% usam o Facebook.

Fonte: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-46177957

Texto 4: Brasil é o 8° país com mais adultos analfabetos do mundo

Fonte: https://veja.abril.com.br/blog/impavido-colosso/brasil-e-o-8-pais-com-mais-adultos-analfabetos-do-mundo/

Willian Afonso

Professor de idiomas, filosofia e redação.

9 thoughts to “Tema: Caminhos para reverter o analfabetismo funcional no Brasil”

  1. Desde a colonização brasileira, os jesuítas vindos de portugal, já empregavam a educação como forma de catequizar os indígenas. No entanto, apesar dos avanços educacionais, o país ainda é marcado por um fator preucupante: o analfabetismo funcional. Nesse sentido, a fragilidade do ensino e a falta de investimentos corroboram ao problema.
    Primeiramente, pode-se destacar a fragilidade do sistema de ensino, afetando principalmente, as instituições públicas. Desse modo, a ausência de profissionais capacitados comprometem o aprendizado do aluno, deixando-o a mercê da sociedadade, cada vez mais exigente. Tal impasse, coloca em risco o futuro desses indivíduos, como também contribui para o desequilibrio social do país,  pois, conforme Francis bacon, conhecer é poder.
    Outrosssim, seguindo essa análise, a falta de investimentos contribui significativamente ao problema. Não obstante, apesar do recebimento dos fundos destinados as escolas, ainda não é o suficiente para atender todas as necessidades do alunos, ou seja, a infraeestrutura inadequada contribui ao fracasso, como por exemplo, a falta de bibliotecas, computadores, laboratórios de ciências, comprometem o aprendizado dos educandos. Sendo assim, sem a estrutura adequada, não haverá o ensino-aprendizagem efetivo.
    Com isso, medidas são necessárias para erradicar o analfabetismo funcional no Brasil. Dessa maneira, o governo aliado ao ministério da educação, devem criar políticas públicas que valorizem o ensino, por meio da capacitação dos docentes, como também em maiores investimentos enviados as escolas, tratando-a como prioridade exclusiva do país. Espera-se desse modo, uma sociedade igualitária, que ofereça educação de qualidade, com todo o suporte necessário ao aluno, formando pensadores e críticos da sociedade.

  2. O analfabetismo funcional vem ganhando massa em nossa sociedade do século XXI,e isso se destaca em diversos meios sociais do dia a dia,como o trabalho por exemplo que exige do indivíduo muita das vezes competências que não são cumpridas de acordo com o mandato por falta do preparo educacional,tanto na vida escolar quanto na vida acadêmica que acaba afetando em diversas ações da vida.
    É comum na contemporaneidade vermos milhares de indivíduos com diplomas para determinado trabalho sem ter um conhecimento base de português e matemática,tendo assim pouco progresso na hora de exercer algumas funções em determinado local.O Brasil possui. Alto índice de analfabetismo,mas o analfabetismo funcional tem uma maior amplitude já que a maior parte da população frequentou a escola nas não concluíu.
    É importante ressaltar que,esses problemas e dificuldades é consequência da falta de incentivo aos jovens na fase da preparação,pois é pouco investimento da parte do governo para o país,refletindo no problema do analfabetismo.
    Diante disso,é possível analizar esses problemas como consequências do passado pois, onde nao há estrutura educacional não há progressos sociais,porém,há caminhos que ajudem à reverter o analfabetismo funcional.Com o apoio do governo e ministros da educação,trazer ao Brasil o incentivo a leitura,porque quem lê fala bem,se expressa bem e compreende bem.A leitura como a palavra chave é o primeiro passo para reverter o analfabetismo funcional no país.

  3. Há tempos a educação Brasileira vem sendo aperfeiçoada , no entanto apesar dos avanço dados desde a popularização do ensino ,muitos empecilhos ainda permanecem, dos quais se destaca o analfabetismo funcional, o qual apresentar-se elevado, o que prejudica não só o cotidiano de muitas pessoas , como também o desenvolvimento de toda a sociedade. Deste modo convém analisar melhor tal problemática.
    Primeiramente, vale-se ressaltar que os empecilhos educacionais, proporcionam tal realidade , e que o analfabetismo funcional e resultado do desleixo governamental em relação a educação, a qual inaceitavelmente não proporciona um ensino básico qualificado , o que é refletido na atual situação Brasileira a qual demostra-se não só com dificuldades , mais sim com consequências , na vida dos dependentes desta e na formação da futura sociedade Brasileira, pois como afirmava Immanuel Katt “É no problema Educação, que se assenta o segredo do aperfeiçoamento da humanidade.” deste modo o progresso da humanidade está contido na educação.
    Contudo é imensa á importância da educação em um meio social , a qual além de auxiliar nas atividades rotineiras, também tem uma significância no âmbito populacional, a qual colabora para que a alienação social citada por Kall Max , não se estabeleça, evitando assim que a sociedade perca seu senso crítico , tão importante nesta” Era Digital.”
    Portanto, faz se necessário a efetivação de medidas governamentais, para isso é preciso que o Ministério da Educação tenha uma fiscalização mais ampla do ensino , proporcionando a realização de provas anuais para certificar o aprendizado dos estudantes, identificando assim as dificuldades dos mesmos , para que sejam realizadas melhoras nas escolas que não alcançarem a meta adequada, é essencial também que mais investimentos sejam feitos neste setor para que uma educação qualificada seja oferecida. Com medidas como estas e possível resolver a problemática educacional , e garantir o aperfeiçoamento da sociedade Brasileira.Há tempos a educação Brasileira vem sendo aperfeiçoada , no entanto apesar dos avanço dados desde a popularização do ensino , muitos empecilhos ainda permanecem, dos quais se destaca o analfabetismo funcional, o qual apresentar-se elevado , o prejudica não só o cotidiano de muitas pessoas , mais sim o desenvolvimento de toda a sociedade. Deste modo convém analisar melhor tal problemática.
    Primeiramente vale-se afirmar que os empecilhos educacionais, proporcionam tal realidade , e que o analfabetismo funcional e resultado do desleixo governamentalem relação a educação, o qual inaceitavelmente não proporciona um ensino básico qualificado , e que é refletido na atual situação educacional brasileira a qual demostra-se não só com dificuldades , mais sim com consequências , na vida dos dependentes destas , e má formação da futura sociedade Brasileira,pois assim como afirmava Immanuel Katt “É no problema Educação, que se assenta o segredo do aperfeiçoamento da humanidade.” deste modo o progresso da humanidade está contido na educação.
    Em primeira análise vale-se ressaltar a importância da educação em um meio social , a qual além de auxiliar nas atividades rotineiras, também tem uma significância no âmbito populacional, a qual colabora para que a alienação social citada por Kall Max , não se estabeleça, evitando assim que a humanidade perda seu senso crítico , tão importante nesta era digital.
    contudo faz se necessário para a solução de tal empecilho educacional a efetivação, de medidas governamentais, para isso é preciso que o Ministério da educação tenha uma fiscalização mais ampla do ensino , proporcionando a realização de provas anuais para sertificar o aprendizado do Estudiantes, identificando assim as dificuldades dos mesmos , para que sejam realizadas melhoras , nas escolas que não alcançarem a meta adequada, e essencial também que mais investimentos sejam feitos neste setor para que uma educação qualificada seja oferecida, com medidas como estas e possível sim resolver a problemática educacional e garantir o aperfeiçoamento da sociedade Brasileira.

  4. Há tempos a educação Brasileira vem sendo aperfeiçoada , no entanto apesar dos avanço dados desde a popularização do ensino ,muitos empecilhos ainda permanecem, dos quais se destaca o analfabetismo funcional, o qual apresentar-se elevado, o que prejudica não só o cotidiano de muitas pessoas , como também o desenvolvimento de toda a sociedade. Deste modo convém analisar melhor tal problemática.
    Primeiramente, vale-se ressaltar que os empecilhos educacionais, proporcionam tal realidade , e que o analfabetismo funcional e resultado do desleixo governamental em relação a educação, a qual inaceitavelmente não proporciona um ensino básico qualificado , o que é refletido na atual situação Brasileira a qual demostra-se não só com dificuldades , mais sim com consequências , na vida dos dependentes desta e na formação da futura sociedade Brasileira, pois como afirmava Immanuel Katt “É no problema Educação, que se assenta o segredo do aperfeiçoamento da humanidade.” deste modo o progresso da humanidade está contido na educação.
    Contudo é imensa á importância da educação em um meio social , a qual além de auxiliar nas atividades rotineiras, também tem uma significância no âmbito populacional, a qual colabora para que a alienação social citada por Kall Max , não se estabeleça, evitando assim que a sociedade perca seu senso crítico , tão importante nesta” Era Digital.”
    Portanto, faz se necessário a efetivação de medidas governamentais, para isso é preciso que o Ministério da Educação tenha uma fiscalização mais ampla do ensino , proporcionando a realização de provas anuais para certificar o aprendizado dos estudantes, identificando assim as dificuldades dos mesmos , para que sejam realizadas melhoras nas escolas que não alcançarem a meta adequada, é essencial também que mais investimentos sejam feitos neste setor para que uma educação qualificada seja oferecida. Com medidas como estas e possível resolver a problemática educacional , e garantir o aperfeiçoamento da sociedade Brasileira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *