A falta de qualificação profissional para o mercado de trabalho

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “A falta de qualificação profissional para o mercado de trabalho”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

 

 

Texto 1: Falta de qualificação ou aumento das exigências?

Será que as pessoas que estão disponíveis no mercado têm as skills buscadas pelas empresas? E as empresas, estão sabendo valorizá-las?

Agora lanço uma questão: será que as pessoas que estão disponíveis no mercado têm as skills – sejam técnicas ou comportamentais – buscadas pelas empresas? De acordo com pesquisa da Robert Half com 300 executivos brasileiros, 76% dizem que é muito desafiador encontrar profissionais qualificados hoje em dia.

Aí coloco mais uma questão: diante desta constatação, será que as empresas estão sabendo reconhecer e valorizar um bom profissional? Muitas vezes eles até encontram excelentes candidatos, mas as exigências buscadas não condizem com o salário ofertado, com a função a ser cumprida, o que inibe a contratação de grandes talentos, que sabem que valem mais do que o que está sendo oferecido. É fato que os salários não têm sofrido grandes reajuste e que quem está no mercado pode, sim, ser contratado por uma remuneração menor do que a última recebida. Mas é preciso ser coerente e a oferta deve estar compatível com o que se espera do profissional. Já falei algumas vezes e repito: não é possível contratar o Batman pelo preço do Robin.

Fonte: https://exame.abril.com.br/blog/sua-carreira-sua-gestao/falta-de-qualificacao-ou-aumento-das-exigencias/

Texto 2: Cargos vagos no mercado ligam alerta sobre a falta de qualificação

A Udemy, marketplace de ensino e aprendizado on-line, acaba de divulgar a segunda edição da pesquisa “Lacuna de Habilidades” com mais de mil profissionais brasileiros em tempo integral, o que é basicamente um termômetro do mercado de trabalho atual. O resultado revela cenários dos mais interessantes. Entre tantos recortes, destaca o fato de cerca de 95% dos profissionais brasileiros em tempo integral reconhecerem que existe uma lacuna de habilidades no país e 72% se sentem pessoalmente afetados por ela – mulheres mais que homens.

Sérgio Agudo, country manager da Udemy para o Brasil, afirma que é possível ver que há, sim, um déficit de habilidades entre o que as pessoas sabem fazer e o que o mercado de trabalho e o empregador exige, e o brasileiro reconhece isso de uma forma muito imediata. “E isso se deve a vários fatores, desde uma educação tradicional limitada até uma renovação constante de conhecimentos empregados no campo profissional. Mas um bom sinal é que, para além dos profissionais brasileiros terem ciência dessa lacuna de habilidades, eles estão se esforçando para diminuir este gap, buscando qualificação, cobrando formação profissional por parte da empresa, fazendo curso on-line, tudo para manter seus skills atualizados e, assim, se manter competitivo no mercado de trabalho.”

Fonte: https://www.em.com.br/app/noticia/emprego/2019/02/27/interna_emprego,1034238/cargos-vagos-no-mercado-ligam-alerta-sobre-a-falta-de-qualificacao.shtml

Texto 3: Sem qualificação, parte dos brasileiros não consegue ocupar vagas básicas

Nos últimos dois anos, 60% das 11,8 mil vagas ofertadas nos mutirões do emprego, que reuniram grandes empresas, não foram preenchidas

No início deste ano, a Atento, empresa de telemarketing e a maior empregadora privada do País, ofereceu 1,2 mil vagas no Mutirão do Emprego, promovido pelo Sindicato dos Comerciários de São Paulo. Com 600 interessados, só conseguiu contratar 7 operadores de telemarketing – menos de 1% do que precisava. No mesmo evento, o Grupo Pão de Açúcar abriu 2 mil postos, aprovou 700 candidatos, mas, até agora, apenas 32 estão trabalhando, segundo os organizadores do evento.

Fonte: https://www.otempo.com.br/brasil/sem-qualificacao-parte-dos-brasileiros-nao-consegue-ocupar-vagas-basicas-1.2189541

Texto 4: Gráfico

Fonte: https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pesquisa-aponta-motivos-que-impedem-o-jovem-de-conseguir-o-1o-emprego/

Texto 5: Charge

Fonte: http://blog.professoralex.com/2011/03/qualificacao-profissional-e-educacao.html

Willian Afonso

Professor de idiomas, filosofia e redação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *