O papel dos influenciadores digitais nos hábitos de consumo dos jovens

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “O papel dos influenciadores digitais na formação de opinião dos jovens”, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

Texto 1: Saiba como os influenciadores digitais podem impactar na formação dos jovens

Com a disseminação da internet em todo o mundo e com o acesso facilitado via smartphone, é cada vez mais comum os jovens ficarem horas e horas “mergulhados” no mundo digital.

Por conta disso, muitos adolescentes e até crianças usam o mundo online para compartilhar com outras pessoas suas opiniões, talentos e sonhos. Essa realidade levou ao surgimento de uma nova profissão: os influenciadores digitais, também conhecidos como Youtubers, caso atuem em boa parte do tempo na plataforma de vídeos do Google.

Esses influenciadores são seguidos por milhares de usuários e, como o próprio nome já diz, eles, por meio dos vídeos, influenciam adolescentes e crianças. Para entender um pouco melhor esse cenário, vamos aos números:

De acordo com estudo conduzido pelo Pew Research Center entre março e abril de 2018, o Youtube é a rede social mais utilizada pelos jovens americanos. Cerca de 85% dos adolescentes que participaram da pesquisa disseram usar o site de compartilhamento de vídeos. O Instagram vem em segundo lugar, acompanhado pelo Snapchat.

O Youtube está no smartphone, no notebook e até mesmo na TV dos jovens, trazendo conteúdos diversos que atingem os mais diferentes perfis de crianças e jovens. A questão é que esses influenciadores digitais apresentam um impacto significativo na vida dos filhos, pois eles são tidos como ídolos e exemplo para muitas pessoas.

Fonte: http://www.marupiara.com.br/4603-2/

Texto 2: Maioria dos jovens brasileiros já usou influenciadores como fonte para conhecer marcas

Pesquisa da Youpix mostrou que apenas 10% das pessoas com 18 a 34 anos não foram impactadas por influenciadores nas redes sociais

O marketing de influência se consolidou como uma das estratégias mais eficientes para impactar os millennials e a geração Z. Com o advento de gerações que nasceram acostumadas ao digital, a relação dos consumidores com as empresas sofreu – e ainda vai sofrer – muitas alterações. Hoje, os influenciadores digitais (ou influencers, como queira) são os pivôs dessas mudanças.

Um estudo feito pela Youpix, especialista no mercado de criadores de conteúdo, mostrou que a maioria dos jovens brasileiros já teve contato com alguma marca por meio de influenciadores. Segundo a pesquisa, 64% dos jovens de 18 a 34 anos já usaram influenciadores digitais como uma fonte para conhecer uma marca ou produto.

Ainda de acordo com a pesquisa, 48% dos jovens já fecharam uma compra levando em consideração as dicas e impressões compartilhadas pelos criadores de conteúdo. Apenas 10% disseram que nunca foram influenciados pelas pessoas que falam sobre uma empresa ou algum produto específico.

Fonte: https://www.consumidormoderno.com.br/2018/10/08/jovens-ja-foram-influenciados-por-criadores-de-conteudo/

Texto 3: Gráficos

Nestes setores, os influenciadores têm enorme poder tanto na apresentação de novos produtos, quanto na alavancagem de vendas.

Fonte: https://www.institutoqualibest.com/comportamento/os-maiores-influenciadores-digitais/

Fonte: https://www.tramaweb.com.br/quem-sao-influenciadores-digitais/

Texto 4: Propaganda

Fonte: http://www.portaldapropaganda.com.br/noticias/17430/oi-leva-os-personagens-whindersson-e-whinderssoff-para-a-tv/

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!